De 3 a 11 de junho acontece o Amplifica 2017, Festival Sesc de Música Independente, que vai colocar no palco durante dois finais de semana oito bandas da região com uma estrutura profissional e espaço para que apresentem suas composições ao público local.

Será um encontro e também uma celebração.

(texto original, site OA Jundiaí)

O objetivo do Amplifica 2017 – Festival Sesc De Música Independente, segundo seu idealizador, o músico, DJ e produtor Jota Wagner (ao lado do jornalista e crítico Ricardo Alexandre), é fornecer às bandas independentes de Jundiaí e região estrutura profissional e espaço para que apresentem suas composições ao público local, dando assim condições para aprimorarem sua base de fãs.

Além disso, apresentar ao público local o que está acontecendo de mais criativo na música da cidade. “Mostrar que perto de nós boa música é apresentada em praças e bares. Construir uma relação de afinidade com as bandas autorais locais”, explica Wagner.

O Amplifica 2017 vai trazer aos músicos da cidade palestras e workshops com nomes de referência nacional, além de documentários sobre o mercado independente brasileiro. Um festival que tem o potencial de se tornar um evento histórico para a música local.

“Criaremos um núcleo de discussão e troca de informações visando o aprimoramento das bandas locais na indústria da música. Fornecer aos músicos informações sobre como acessar o mercado musical nacional e internacional com suas composições”.

Formato

Durante dois finais de semana, oito bandas se apresentarão nas noites de sexta e sábado (duas bandas por noite). São bandas da região de Jundiaí, com um trabalho autoral e que atuam localmente na divulgação de seu trabalho no circuito independente, através de shows, gravações, etc.

De terça a domingo, entre os finais de semana de apresentação dos artistas, um ciclo de palestras e exibição de documentários completará a programação do festival.

Seatle brasileira

A cidade de Jundiaí ficou conhecida nacionalmente como “a Seattle brasileira” no início da década de 90 por sua incrível quantidade de bandas de rock. Seattle era a terra do movimento “grunge” que viu nascer uma prolífica geração de artistas que renovaram a cena musical da época.

Apesar da vontade de fazer de muitos músicos, a vida de um artista independente não é fácil, segundo explica Jota Wagner, ele mesmo um dos integrantes e fundadores da banda Burt Reynolds.

A rotina de compor e executar a melhor música possível esbarra na necessidade de auto gerenciar sua carreira, ensaiar, evoluir tecnicamente e ainda compreender a enorme quantidade de opções que a indústria da música oferece para que seu projeto possa “decolar”.

Além de tudo isso há o mais importante: construir uma base de admiradores de seu som, que é o que lhe permitirá melhores contratos de shows.

As bandas 

Sexta-feira                

Sound Food Gang

NDK

Sábado

Quarto de Badulaques

Corrosivo 420

Sexta

Infante

Fistt

Sábado

Gasoline Special

Burt Reynolds

Destaque para nosso amigos do Sound Food Gang, o principal grupo de Rap da cidade de Jundiaí que sempre saem do Contexto trazendo novidades para a cena ! Confira a entrevista do grupo para o portal OA Jundiaí: