Desde de criança sempre me interessei muito pela cultura norte americana (moda, gastronomia, história, padrão de vida, desenhos, e etc.), me sentia mais bem representado como negro nas mídias, mas no cenário do cinema e música, um assunto sempre me deixou um pouco confuso: o uso da palavra NIGGA.

Geralmente no cinema (nos filme mais sérios), a palavra é tratada de uma maneira extremamente ofensiva.  Por exemplo: no filme Coach Carter (2005), o personagem principal explica todo negativismo histórico da palavra NIGGA após um de seus alunos usa-lá em um diálogo com seus companheiros (assista a cena). Por outro lado, na música, a mesma palavra é trata com um tom irmandade (entre negros apenas), como na  Alright, do Kendrick Lamar, que inclusive foi tema da chamada da premiação do Grammy 2015, (porém, com a palavra NIGGA “vetada”.)

Qual a origem, e porque apenas negros podem usa-la? E por que se um branco utilizar torna-se extremamente ofensivo? Mas de negro para negro é cumprimento, equivalente ao nosso “cara” ou “mano” em português.

O Canal Flow fez um vídeo  sobre o assunto direto dos Estados Unidos:

Não se esqueça de se inscrever no Canal Flow , e visitar nossa loja Oficial !

Paz ! #MunDénosso